18/04/2021

Que bela, a Isabela

Que bela, a Isabela!

O sol, todo dia,
acorda com ela.

A lua, toda noite,
vai dormir com ela.

Que bela, a Isabela!

Quando ela fala,
cantam os passarinhos.

Quando ela cala,
voltam para os ninhos.

Que bela, a Isabela!

Que anjo não gostaria
de ser igual a ela?

José Paulo Paes

08/04/2021

Mais mensagens carinhosas!


Oiiii! O Pássaro das Sombras está de volta!

Me perdoem por alguns sumiços, mas é porque eu estou em semana de provas aqui, na minha escola, sabe? KKKK E eu gosto de estudar muuuito mesmo para tirar notas arrasadoras (no bom sentido, claro! KKKK). E vocês? Depois me contem tudo, tá!? Mas, please, não fiquem bravos(as) comigo! Eu amo vocês!! Muitão!

É o seguinte: Vejam só que linda mensagem eu recebi do 5º ano B do Colégio Santa Marcelina de Muriaé (MG). Eu simplesmente amei, né, gente!

Olá, Pássaro das Sombras! Somos alunos do 5º ano B do Colégio Santa Marcelina de Muriaé. 

Lemos o seu livro "Oreosvaldo, o Pássaro das Sombras" e o achamos incrível. Ao final do trabalho, fizemos uma "Ciranda do Livro", onde os alunos apresentaram os capítulos em grupos. Foi muito divertido e todos estavam muito empolgados. Nossa professora, tia Patrícia, ficou muito feliz e emocionada com as apresentações.

Aprendemos muitas coisas com essa história linda: respeito, perdão, ter bom caráter e nunca termos vergonha de quem somos.

Uma dica: não se importe com o que o Antero fez com você. Continue fazendo suas lindas poesias, que fazem todos ficarem emocionados. Um grande beijo dos alunos do 5º ano B, do Colégio Santa Marcelina, de Muriaé.

Resposta: Queridos e queridas do 5º ano B do Colégio Santa Marcelina de Muriaé! Muuuuito obrigado!!! Que barato!! A "Ciranda do Livro" deve ter sido sensacional!!! Queria tanto ter participado!!! Mas já valeu a pena saber que um evento empolgante assim aconteceu nessa escola linda e, ainda por cima, por causa do meu livro! Que emoção no meu coração!!! Um beijãooo pra todo mundo aí! I love you forever!!! Obrigado a você também, tia Patrícia! Você é demais!! D+!!! #Amei


Seguidora apaixonante

Agora, escutem essa! Recebi uma mensagem da Rafaela Martins, do Colégio Santa Marcelina de Belo Horizonte (MG). Ela me fez as perguntas abaixo e eu respondi tudo (KKKKK). Vai lendo!

Ei, Rafaela!
Aqui é o Pássaro das Sombras!
Obrigado por escrever! Obrigado pelo carinho!

Então... você quer saber alguns segredinhos da minha vida, né? KKKKK Vamos lá!

1- Qual é o seu nome completo?
R - Meu nome completo é... (se prepare, porque ele é estranho, muito estranho!) Oreosvaldo Exzolvildres Feverêncio Willinelson da Silva (mas não conte pra ninguém, por favor!).

2 - Quantos anos você tem?
R - Eu tenho, mais ou menos, a sua idade, 9 anos (na idade dos humanos).

3 - Que dia é seu aniversário?
R - 22 de outubro

4 - Qual sua cor favorita?
R - Lilás

5 - Em qual escola você estuda/estudava?
R - Eu estudo na Escola da Floresta, que fica aqui perto de casa. É um lugar muito legal. Tem brinquedos, biblioteca... um pátio enorme e muitas árvores lindas!

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre mim. Mas não espalhe esses meus mistérios por aí, hein! KKKK
Beijão pra todo mundo do Colégio Santa Marcelina de Belo Horizonte!
Um abração cheio de carinho pra você! Do blogueiro poeta Pássaro das Sombras!


Daí, a Rafaela me enviou outras perguntas em um novo e-mail! KKKKK (Acho que, quando crescer, ela vai ser jornalista. O que acham, seguilovers? Devo responder pra ela? Sim ou não?) 

Oi, Oreosvaldo Exzolvildres Feverêncio Willinelson da Silva!

Gostei muito do seu nome. Achei bem diferente, igual ao da minha mãe. Ela tem um nome bem, bem, bem, bem, bem.. diferente. Diferente mesmo, tá!? Mas, aqui, resolvi fazer novas perguntas pra você. Bom... vamos lá:

1- Quantos anos em "ano de bicho" você tem (não faço a menor ideia de cálculos animais)?
2- Como estão a Norbélia e o Antero? Eles estão juntos? Preciso saber!
3- Faz um poema para minha professora de História e Língua portuguesa, por favor?
4- Faz outro poema pra mim?
5- Você já assistiu "Miraculous: As Aventuras de Ladybug" ou "Harry Potter"?
6- Você aprendeu a gostar do Antero?
7- Você prefere Oreosvaldo ou Billy?
8- Tenho que fazer um poema para minha escola. Será que você poderia me ajudar a escrever sobre o Antero? Gosto muito dele e de você, só que acho que a maioria da minha sala vai fazer sobre você.

É isso! Acabou. Agora tem milhares de perguntas.

Assinado: Rafaela Martins (Colégio Santa Marcelina Belo Horizonte/MG)

Resposta: Ei, Rafa! ♥  Estou pensando... se revelo ou não tudo isso. E se eu me tornar um blogueiro poeta completamente sem mistério depois de contar quase tudo sobre a minha vida? (KKKKK) Talvez você não saiba, mas os paparazzi não largam do meu pé! 

Um dia desses, quando fui andar de skate, percebi que um fotógrafo estava escondido em cima da árvore, só esperando eu passar, pra ver se eu ia me esborrachar no chão. Aposto que queria colocar lá na revista dele o meu tombaço pra todo mundo dar risada de mim. 

Para aprender a andar de bicicleta, estou tendo que treinar bem cedinho, antes de o sol nascer, porque, do contrário, não me dão sossego. Sem contar que andam espalhando por aí que não estou praticando o distanciamento social durante a pandemia. Mas eu já expliquei numa entrevista que aqui, entre a bicharada, está tudo bem, que a vida segue normal. Enfim!!...

Então, Rafa, vou perguntar pra minha amiga e confidente number one o que ela acha das suas perguntas, se posso ou não abrir mais essas páginas do livro da minha life! KKKK Mas adorei saber que você gosta de mim e que tem curiosidade em conhecer mais e mais sobre meu dia a dia. Talvez eu até te conte tudo, sim. Afinal, entre amigos de verdade, não deve haver segredos.

Um beijãoooo do...
Pássaro das Sombras!

27/03/2021

Obrigado, Colégio Santa Marcelina Muriaé (MG)


Oi, tchurminha!

Depois das lindas mensagens dos estudantes do Colégio Santa Marcelina de Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP) e Botucatu (SP), chegou a vez de receber o carinho das professoras e da garotada da unidade Muriaé (MG). Que legal!!!

Confira que amor!...


Olá, querido Pássaro das Sombras!

Somos alunos do 5º ano do Colégio Santa Marcelina de Muriaé, MG. Estamos trabalhando com seu livro "Oreosvaldo, o Pássaro das Sombras" nesse 1º trimestre. Estamos gostando muito do livro, pois nos dá muitas lições bonitas para a vida, como nos aceitarmos como somos de verdade, respeitar o outro não praticando o bullying e ajudar o próximo, mesmo ele tendo nos prejudicado. Isso é perdão.

Você despertou em nós muito carinho e admiração. Por esse motivo, gostaríamos que fizesse um poema para nós e nossa professora tia Patrícia. Muito obrigado(a) pela sua atenção. Aguardamos sua resposta. Beijos dos alunos do 5º ano do CSM de Muriaé, MG. Ops! Mande um beijo pra Norbélia. kkkkk


Resposta: Oi, Tia Patrícia! 😍 Oi, meninada linda do meu coração! 😊 Que alegria estar com vocês! Não tenho palavras para agradecer tanta energia positiva! 😁 Saber que estão lendo o livro e que estão gostando... Nossa! Que presente maravilhoso vocês me deram! Obrigado, obrigado e obrigado!!! (A Norbélia também manda um beijããããão pra vocês! KKKKK)

Ah, eu nem sei se consigo fazer um poema tão lindo como o que vocês merecem! Gratidão!

Bolei alguns versinhos rimados imaginando a volta às aulas presenciais quando esse momento difícil passar! É um poema bem simples, mas feito com muito amor, pra gente ficar sonhando com um reencontro superfeliz! Faça você também! Brinque de criar um poema bacaninha e alto astral! Você consegue!

Uniforme bem bonito
Lanche gostoso na merendeira
Brinquedos no fundo da gaveta
Agora chega de brincadeira!

Régua, lápis apontado
Livro, caderno encapado
Vá correndo, vá feliz!
Não pode chegar atrasado!

É hora de continuar
Seguir firme pelo caminho
Abraçar bem forte os colegas
E a professora com carinho.

Basta lançar a semente
E fazer o milagre da vitória!
Você pode e deve decidir
Sobre o final da história!

Um abração imenso e repleto de boas vibrações pra todos(as) os(as) professores(as) e alunos(as) do Colégio Santa Marcelina Muriaé! 😄

Pássaro das Sombras

Novos agradecimentos! Quanto carinho! ♥

Ei, pessoal!

Estou adorando receber tantos recadinhos carinhosos dos estudantes das diversas unidades do Colégio Santa Marcelina. É mensagem que não acaba mais! Veja só que lindo! 💗

Olá! Sou a Gabi, do Colégio Santa Marcelina Botucatu (SP), e queria que você escrevesse um poema para mim e para o Colégio Santa Marcelina. Amei seu livro! E a Norbélia como está? O Antero se declarou para ela? Só uma coisa que fiquei meio confusa no livro, você caiu ou não da corda? Por favor, responda no site. 😘 (Gabriela T. B)

Resposta: Que fofura, Gabi! Obrigado por escrever. Eu até já mandei um e-mail de volta pra você, respondendo tudinho que me perguntou, não foi? 😇 E sobre o poema que pediu pra você e pra sua escola linda, lá vai!

"Que saudade eu tenho
De rever meus amigos
E minha professora querida
De correr feliz pelo pátio
De ter de volta aquela vida!

Abraçar todo mundo
Sentir de novo meu coração se aquecer
Dar gargalhadas, pular, ser livre
Naquele velho amanhecer!

Mas minha esperança não se engana
Todo o mal vai passar
Sinto uma luz alegre, bonita
Que quer outra vez brilhar.

Acredite também! Em breve, nossa felicidade vai ganhar o mundo! 
E será tão fácil viver e tão gostoso sorrir!"

Olá, Pássaro das Sombras! Eu sou do Colégio Santa Marcelina de Muriaé (MG). Estou usando o e-mail do meu pai, mas me chamo Vallentina, e gostei muito do seu livro. Minha apresentação de literatura é, inclusive, sobre o seu livro. E gostei tanto, que já li 4 vezes, e gostaria, se fosse possível, que você fizesse um poema de aniversário para meu primo mais novo, porque amanhã é o aniversário dele. Espero sua resposta. Um beijo!!! (Vallentina C.)

Resposta: Ei, Vallentina! Amei receber sua mensagem! 💜 Mande um abração pro seu pai e pro seu primo, que está fazendo aniversário. Desejo a ele muita saúde e muitas alegrias na vida! 🙏 Segue um poema singelo:

"Jamais se esconda 
Numa concha de tristezas
Porque a vida é um presente
De sorte, música e beleza!

Dança na chuva, banho de sol
Um filme de aventura bem irado!
Quem te chamar de maluco
É um grande tresloucado! 

Plante bananeira
Eu não acho isso besteira!
Acredito que, na verdade,
Isso se chama felicidade!"

Olá! Sou o Eduardo, do Colégio Santa Marcelina de Botucatu (SP)!!! Amei o seu trabalho, e seu livro é muito legal! Gostaria de receber uma poesia! Para minha madrinha! Pois hoje é o aniversário dela! Com carinho. (Eduardo S.P)

Resposta: Oi, Edu! Obrigado por enviar um caminhão de mensagens legais e carinhosas! 😁 Depois vou responder tudo lá na página de recados, combinado? Mande um abração bem apertado pra sua madrinha! Desejo todas as coisas lindas do mundo pra ela! Muita vida e saúde! Conforme seu pedido, segue um poeminha também com muito carinho!

"Estrelas, estrelas!
Que bonito de se ver!
Você quer uma? Você quer duas?
Quem vai querer, quem vai querer?

Olhe pro céu
Escolha logo a sua!
Que tal aquela lampeira
Bem do lado da Lua?

Peça a ela o que quiser
Flores, cores, amigos...
O que puder!

Peça um tapete voador, peça sonhos
Peça um barquinho pra navegar
Peça um canto de passarinho
Pra sua vida iluminar!"

Oi, Pássaro das Sombras! Eu adoro ler suas histórias e poemas, e te amo muito. Seu livro foi o mais divertido que já li na minha vida, e é melhor do que ficar na frente do computador assistindo aula. Dá vontade de ler seu livro todos os dias. Quando acabar de ler, vou reler. Vou guardá-lo com muito carinho até quando for idosa! Fiquei muito orgulhosa. Você tem a letra maravilhosa ou você imprimiu? Você faz parte da minha vida, mesmo não te conhecendo! Você é um doce de mel!! Agradeço a minha querida professora Alessandra, que me indicou o seu livro para eu ler. Beijos. (Elisa Ferraz B.T.)

Resposta: Gente! Fala sério! É muita fofura nas palavras! 😍 Elisa, você é o máximo dos máximos de tão fofa! Que carinho, que delicadeza! Você deve ter gostado de verdade do livro! Eu fico muito, muito feliz por isso! Obrigado, de coração, por ter enviado essa mensagem tão incrível! Você também é um "doce de mel". E mesmo quando eu for "idoso" (KKKK), vou continuar me lembrando de você! Pode acreditar! Que legal que você gostou da minha letra! Eu adoro fazer tudo bem caprichado! Aposto que você também! Um abração bem carinhoso pra sua professora linda, a Alessandra! Sejam muito felizes! Obrigado, Elisa e Alessandra, por tudo! 💛

É isso, minha gente! São vários recadinhos repletos de emoção e carinho! Não fique triste se eu ainda não dei um "oi" pra você! Pois, logo, logo vou terminar de responder todo mundo! É só aguardar um pouquinho! Obrigado pela compreensão e pelo afeto! Um beijão do amigo...

Pássaro das Sombras

23/03/2021

Poema para a Anna Laura - Colégio Santa Marcelina Botucatu (SP)


Oi, gente linda!! Como vai todo mundo? Espero que esteja tudo incrível com vocês!
É o seguinte... recebi a mensagem da Anna Laura. Ela escreveu assim:

"Olá, sou a Anna Laura Q. B. do Colégio Santa Marcelina Botucatu (SP), amiga do Gabriel que lhe enviou uma mensagem. Queria que você me enviasse um poema para o Dia das Mães, POR FAVORZINHO!!!! 😋😋😘😘 Li sua história! Amei!!! Me retorne. Por favorr!"

Então, Anna, segue o poema que você pediu. Ficou um pouquinho só meloso, pois falar de mãe é assim mesmo, a gente fica exageradamente sentimental. Ah, mas eu nem ligo, porque escrevo com o coração. E meu coração é louquinho e exagerado! KKKKK Obrigado por ter lido o livro! 😍 Obrigado pelo carinho! Um beijão!! 😉 (Não se esqueçam de que estou respondendo os comentários também lá na página de recados, que está lotaaaadaaaa de amor! KKKK

Mães são meninas
Poema de doces rimas
Fadas sem vara de condão
As notas do meu violão
Que quebram o silêncio e a tristeza
Me dão a alegria e a certeza
De que o amor é o passaporte
Para uma vida de cor e de sorte.


Mães são anjos, talismãs
Os tons brilhantes das manhãs
Carinhos que embalam meu sonhar
As asas que me ensinam a voar
Sem tropeçar em pedras ou espinhos
Em busca de um futuro feliz.


Mães são mulheres belas
Como flores e primaveras
Jamais irão envelhecer
Pois, do tempo, vão merecer
Os afagos da mais linda canção.

Sem as mães, a vida seria
Muito chata e muito fria
Talvez tudo fosse um grande nada!
Sem dia ensolarado, sem noite enluarada.

Os tesouros não teriam valor
E o mundo, por falta de amor,
Necessitando de profunda paz,
Já nem existiria mais.

Um abração bem carinhoso pra todas as mães do planeta Terra e das galáxias!

O Pássaro das Sombras

21/03/2021

Para o meu amigo Gabriel - Colégio Santa Marcelina Botucatu (SP)


Olá, pessoal!

Olha só quem está aqui de novo! Eu!! KKKK ✌😁

E, desta vez, venho agradecer o carinho do Gabriel Vasque, do Colégio Santa Marcelina de Botucatu (SP). Ele me enviou várias mensagens pedindo um poema. E eu demorei uma década para responder porque tive uns probleminhas, digamos, técnicos, que não me deixavam postar as respostas no blog. Juro! Estou até com um pouquinho de vergonha. rsrsrs

Entãããoo... eu decidi fazer uma postagem especial como forma de pedir desculpas e manifestar minha gratidão por sua perseverança. KKKKK 😁 Espero que todo mundo goste, inclusive o Gabriel! Não reparem, pois escrevi meio de improviso. Mas o que vale é a emoção, não é mesmo, amados seguilovers!?

Querido Gabriel,
Deixe os sonhos do seu coração
Encherem de vida o seu céu.

Que eles sejam estrelas de toda cor
Cometas brincalhões, um raio de luar 
Indicando o melhor caminho
Pra essa alegria transbordar!

Desejo dias tão bonitos
Que façam você acreditar
No amor forte que resiste
Que ganha força na bondade
Que nos faz confiar de verdade
Na amizade, na união...
Pra gente construir todo dia
Um mundo mais irmão!

Um abração do amigo... Pássaro das Sombras!

10/03/2021

Obrigado, Colégio Santa Marcelina de Botucatu, SP!

Oi, turminha! 😍 

Quero agradecer muito, muito aos estudantes do Colégio Santa Marcelina, unidade Botucatu, que fica no interior de São Paulo, pelo imenso carinho!

Estou superfeliz com as mensagens recebidas. Obrigado por estarem lendo meu livro! Tomara que gostem. 

Desejo a vocês uma ótima leitura, saúde e alegria!

Um abração a todos(as), incluindo a querida professora Gislaine do 5º ano B! 💚💜💛

Valeu, pessoal! 😉
O Pássaro das Sombras 😎

06/03/2021

Obrigado, Colégio Santa Marcelina SP e BH!


Olá, amiguinhos e amiguinhas do Colégio Santa Marcelina de São Paulo, capital!

Estou recebendo muitas mensagens carinhosas de vocês aqui, no blog! Fiquei incrivelmente feliz!

Já respondi todas! (Eu acho!) KKKKK Confiram lá no painel de recadinhos! Se me esqueci de alguma, podem me cobrar! 😆 (KKKK) Não deixem de clicar, ao final da página, em "Carregar mais" para aparecer tudo direitinho! Se preferirem, podem comentar abaixo deste post para facilitar a visualização.

O meu muito obrigado à professora Camilla F, do 5º ano B, pela enorme gentileza!

Quero mandar também um abração bem forte para a educadora Sabrina Rosa, do Colégio Santa Marcelina de Belo Horizonte.

Um beijão repleto de carinho e gratidão a todos(as) vocês, seguilovers do meu 💚!

O Pássaro das Sombras

03/03/2021

Novos desafios

 

Eu tinha acordado meio esquisito. Bem... esquisito às vezes eu sou mesmo, confesso. Até aí, nenhuma novidade. Tem dias em que a gente se sente assim, não é? Mas então uma amiga me convidou pra uma caminhada. Aquela maluca parece adivinhar meus pensamentos. Estava mesmo precisando de alguém que me botasse pra cima, que me fizesse dar umas gargalhadas.

Coloquei meus óculos escuros, boné, passei protetor solar... e lá fomos nós. A manhã estava linda. Quando senti o sol tocar minhas penas, algo dentro de mim também se aqueceu. Fizemos planos de criar um Clube da Leitura entre os bichos. Me animei na hora com tudo, com a vida.

Como não consigo guardar a língua dentro da boca, acabei contando que não sei andar de bicicleta até hoje. Essa minha "best friend forever" achou o começo do fim do mundo. Pedi mil vezes pra ela guardar segredo. Não quero que fiquem gozando da minha cara por aí. 

Agora preciso comprar uma bike. Semana que vem, inicio minhas aulas. Já estou vendo: euzinho me esborrachando todo no chão! Vamos nós rumo a mais esse grande desafio. Vou mudar meu nome pra "Coragem". O que acham? Torçam por mim, seguilovers!

O Pássaro das Sombras

21/01/2021

Natureba

Ivana Iguana, 
que é vegetariana,
só devora 
acelga, 
alface 
e banana. 

Zero refrigerante, 
pra arrasar de elegante. 

Xô, macarrão! 
Todo dia uma porção 
de pepino, rúcula e agrião.
 
Pizza, churro... nem vê! 
Crepe, cappuccino nem pavê. 

Lasanha na travessa? 
Ela logo desconversa: 
“Obrigadíssima, amoreco! 
Ou vão me apelidar: 
Ivana Cacareco. 
O verão está aí, 
prefiro açaí.”.

O Pássaro das Sombras

16/01/2021

Encasquetado


Caranguejo-eremita 
faz sua própria marmita?

O Pássaro das Sombras

Sabia que esse bicho curioso, quando vai crescendo, precisa mudar de casa? Ele costuma procurar uma concha maior pra ficar lá dentro, protegido e confortável. 
O problema é quando faz umas escolhas meio malucas. Veja só.


Lixo na praia nem pensar! 
Por causa disso, teve gente bolando uma casca bem legal e segura pra ele. 
Clique no vídeo abaixo e confira a ideia bacana.


Ah, e por falar em animais estranhos, dê só uma olhada nesta lagosta boxeadora! 
É sério! Clique aí pra você ver que barato!

07/01/2021

Que dó!


A barata, 
aquela do repugnante casaco caramelo, 
aquela sem príncipe, carruagem ou castelo, 
não vive de amizades ou poesia, 
pois nem mesmo naqueles comerciais 
glamourosos de inseticida, 
a pobre aparecida 
tem paz. 

Por onde passa, 
só gritos e chinelos, 
xingamentos indelicados, 
aqueles olhos apavorados. 
Por isso ela inventa 
de contar o que tem 
e o que não tem, 
querendo ter amigos 
pra mais de cem. 

A barata diz que tem 
sete saias de filó, 
mas não tem. 
Diz que tem sapato de veludo, 
mas não tem. 
Que tem cama de marfim, 
mas não tem. 
Que tem anel de formatura, 
mas não tem. 
Que tem cabelo cacheado... 
Mas é claro que não tem. 

É mentira da barata! 
O que ela tem 
é o coração machucado.

O Pássaro das Sombras

24/12/2020

Ó, Senhor! Deus de Amor!

Já é quase Natal
Uma estrela se apressa
Para cruzar o tempo
Sua luz desponta no universo
Com um brilho tão amigo 
Que devolve a minha esperança
"Isso é um sinal", é só o que penso.

Um Rei, um Príncipe
Viaja agora numa carruagem invisível
Anjos à frente abrem portais
 Ele atravessa as dimensões sorrindo 
Tudo é tão divertido e feliz...
Que o Menino resplandece.

Tão pequenino ainda
E o que importa?
O amor que pulsa em seu coração
É capaz de abraçar o mundo.

FELIZ NATAL COM
SAÚDE, ALEGRIA E AMOR! ♥

O Pássaro das Sombras

19/12/2020

Neste Natal


Neste Natal
Há tanta gente
Sem um amor
Sem um presente.

Neste Natal
Tente ser bom com alguém
Tente amar
Sem ter que comprar.

Neste Natal
Quando a ceia for começar
Abra o portão
Há sempre um alguém para entrar.

Há sempre alguém
Com fome e sem amor
Dê-lhe seu pão e calor
Dê-lhe sua mão.

Roberto Leal e Marcia Lucia

Noite feliz


Noite feliz, noite feliz
Ó, Jesus, Deus da Luz
Quão afável é teu coração
Que quiseste nascer nosso irmão
E a nós todos salvar
E a nós todos salvar.

Joseph Mohr e Franz Xaver Gruber 

19/11/2020

Deu zebra

 

A zebra, 
entediada, 
se fazendo 
de antenada, 
deu um fora nas listras, 
correu o dedo na lista. 

“Êba, uma academia! 
Aberta de noite e de dia!” 

No início, fenomenal! 
“Já me sinto jovial!” 

Mas, depois,
a zebra zebrinha ficou 
todinha ondulada
de tanta musculação
como se viesse ao mundo 
com defeito de fabricação.

O Pássaro das Sombras

12/11/2020

Moreia


Não é uma enguia enguiçada, 
é um elétrico peixe que baila, 
uma olímpica cobra na água,
o mais belo Caramuru 
deste mar azul de espumas. 

Sim, é ela, 
ao lado do amigo, 
o peixe-limpador. 

Por Deus, por amor! 
Não os fisgue, não, 
pescador.

O Pássaro das Sombras

02/11/2020

Onde os livros e as histórias voam!


Alguém aí conhece uma biblioteca sem muros? Uau! Que ideia sensacional, não é mesmo? Pois é. Eu conheço! Foi a bibliotecária Arlete Menezes Leal quem criou! Acesse o canal dela no YouTube com dicas literárias e contações de histórias incríveis! 
Pode clicar também na imagem acima, que você chega lá!

E olha só quem virou a estrela de um dos vídeos! (rsrsrs)

Obrigado, querida Arlete! #SuperAmei

O Pássaro das Sombras

31/10/2020

Credo! Que terror, que barato!


Tarântulas, baratas tantas...
 fantasmas!
Escorpiões, gambás, corujas,
morcegos, ratazanas mandrujas.
Mariposas, lacraias marujas
e delinquentes bichanos 
desguedelhados,
que bagunçam do chão ao telhado.

A madrugada serenada
será pura serenata. 
Oba!
Azar pra alma penada,
que coragem é meu nome.
Chega mais, lobisomem!

O Pássaro das Sombras

25/10/2020

Sem céu


Olha o periquito, 
todo aflito, 
que nem pinto 
com medo 
de virar 
ovo frito.
Que esquisito!

O Pássaro das Sombras

12/10/2020

Fotogênicos


Pepino-do-mar, água-viva, tubarão. 
Siri, cavalo-marinho, peixe-dragão. 
Polvo, anêmona, tatuí escafandrista. 
Tudo fazendo pose pra turista.

O Pássaro das Sombras

05/10/2020

Viajante


Até sob o sol, 
o molenga caracol 
vive sem pressa. 
Vai acabar bronzeado 
na testa. 

No brilho da lua, 
todinho estelar, 
não quer mais acordar. 

Sem risco de se perder, 
em seu risco luminoso, 
ele se arrisca pelos sonhos, 
sem olhar pra trás.

O Pássaro das Sombras

22/09/2020

Que assanhado!


Pula o canguru de Cangurópolis. 
Pula o canguru de Itu. 
Pula o canguru de Lixópolis. 
Pula, pula em Honolulu. 

Tanto salta-e-pula 
até que não me amola. 
Apenas diga, por favor, 
se não há mola 
debaixo desta sola 
dos pés, canguru.

O Pássaro das Sombras

17/09/2020

Mingauuu...

 

À noite, alguns gatos são pardos. 
Outros, bem tapados, coitados. 

Chaninho, de sete vidas, 
perdeu uma de bobeira, 
escorregou na soleira, 
bateu a cuca no batente, 
quebrou uma costela e um dente. 

E saiu repetindo: 
“Leite quente, leite quente, leite quente...”.

O Pássaro das Sombras

13/09/2020

Não lava o pé

 

O bacurau se mudou 
na calada da noite 
para um buriti, 
bem longe dali, 
do outro lado do igarapé, 
porque não aguentava mais o sapo 
e seu cheirinho de chulé.

O Pássaro das Sombras


E lembre-se: pássaro não foi feito para viver em gaiola. Deixe os bichos livres na natureza!

01/09/2020

Nem pisca


A coruja se entrega: 
de olhões arregalados, 
cheios de remela, 
adora uma novela.

O Pássaro das Sombras

30/08/2020

A noite é da bicharada


De dia, o mundo barulha demais, 
tirando nossa paz. 

À noite, pirilampos alucinados 
rompem a escuridão, 
piscando que nem discoteca, 
na pista do meu coração.

O Pássaro das Sombras

29/08/2020

Flanar


Como é leve a vida da borboleta na clara luz da manhã. 
Papel picado, mosaico de cores. 
Será que na vida da borboleta 
não há dores?

O Pássaro das Sombras

18/08/2020

Perder o medo de abrir as asas


Se um dia eu aprender a voar, vou agradecer tanto, mas tanto, que seria capaz até de comer um pudim de berinjela com chuchu, que deve ser horrível.

Se um dia eu aprender a voar, ah... vou voar pra bem longe, sabe, lá no meio do mar, ou bem alto mesmo, acima das árvores mais gigantes que existem. Vou querer voar de dia, de noite... e quando as estrelas estiverem começando a pontilhar o céu no fim da tarde... 

Talvez eu até faça amizade com alguma estrela ou convide uma constelação inteira para um café.

Será que estrela gosta de poesia?

O Pássaro das Sombras

10/08/2020

Para ir à Lua


Enquanto não têm foguetes
para ir à Lua
os meninos deslizam de patinete
pelas calçadas da rua.

Vão cegos de velocidade:
mesmo que quebrem o nariz,
que grande felicidade!
Ser veloz é ser feliz.

Ah! Se pudessem ser anjos
de longas asas!
Mas são apenas marmanjos.

Cecília Meireles

01/08/2020

Saudade


eu pensava que à noite
o sol ia dormir
que o sol ia pra casa
que ia lá pra China
que o sol virava lua
que acabava a pilha
que punha capa preta
que a montanha engolia
que o sol também ficava
com saudade de mim.

Leo Cunha

21/07/2020

Esvoaçantes e sortidos


Sopra forte o vento Norte
E empurra a pipa pelo ar
Cuidado, papagaio colorido
Esse sol vai te queimar.

Dei linha no carretel
Lá longe abracei o céu
Pipinha, pipona...
No avião pega carona?

 Anjos e passarinhos
Subir, descer, afundar...
Distante da rede elétrica
Pipa ama voar!

Sem linha cortante
Sem cerol!
Assim, sim!
Fica legal!

Que delícia
Tudo é ilusão!

25/06/2020

Saudade junina


Festança animada?
Agora é tudo diferente
Pé de moleque, canjica, pipoca
Só se for...
 Na casa da gente!
(Sem aglomerações, por favorzinho!)

Lindo céu, sinto saudade
Da garoa tão mansinha
E o calorzinho amarelo da fogueira?
E o requebrar das bandeirinhas?

Crianças e tranças...
 E tão coloridas danças...
Quadrilha ouriça a meninada 
Buscapé, não pegue no pé...
 De gente miúda de bigode
 Pois ficar triste não pode!

Farei um pedido especial
A um balão iluminado
Que traga de volta meu sonho
Daquele mundo estrelado.

O Pássaro das Sombras

21/06/2020

Poeminha musical


Queria te ver bem de perto 
A ponto de entrar em seu coração 
Dançar reggae lá dentro 
Frevo, valsa
 Samba, baião.

O Pássaro das Sombras

08/06/2020

As lentes de contato do jabuti



Um dia o jabuti recebeu uma herança de sua tatataravó. Era uma grana para ninguém botar defeito e, com ela, dava para realizar qualquer desejo. O jabuti pensou em muitas coisas legais, a primeira delas: queria ter olhos cor de mel. Por isso decidiu comprar lentes de contato.

Então foi à loja da dona barata e adquiriu um par de olhos novos. Feliz da vida, esbanjando charme, sentindo-se um verdadeiro galã de novela, o jabuti voltou para casa rindo à toa. Ele almoçava de lentes, jantava de lentes, dormia e acordava de lentes. Não queria saber de outra coisa a não ser curtir a vida de olhos adocicados. De vez em quando, passava em frente ao espelho e dava uma espiadinha. Sem conseguir disfarçar a alegria pelo novo visual, tirava uma, duas, várias selfies e postava tudo nas redes sociais.

Contudo, numa manhã, ao acordar, decidiu retirar as lentes de contato para lavá-las e as deixou dentro de uma pequena vasilha, perto da pia. Foram apenas alguns minutinhos (porque o jabuti não desgrudava das lentes) e, quando voltou, cadê elas? As lentes de contato haviam DESAPARECIDO!
           
– Oh, que tragédia! Minhas lentes sumiram! Quem foi o criminoso cruel e desumano que teria feito isso? – desesperou-se.

O jabuti entrou em pânico. Gritava, esbravejava, chorava, xingava, pulava, rodopiava, suspirava, plantava bananeira, subia pelas paredes e praguejava. Tudo de uma vez só. Coitado, também não era para menos.

A vizinhança inteira acabou sabendo do caso, de tanto que o jabuti berrava. Lamentava que sua vida agora tinha perdido o sentido... Disse que queria morrer, cair num abismo, sumir, explodir, sei lá! Dramático, escandaloso ele...

Desesperado, o jabuti começou a investigar. Primeiro, procurou Rita, a ratazana. Depois, Tião, o tamanduá; Lu, a lesma, e Francisco, o mosquito. Ninguém sabia de nada. Os amigos voltaram ao local do crime e encontraram pegadas. Minha nossa! De quem seriam?

As marcas eram de pés bem pequenos. Daí foram atrás de Tereza, a única formiga a quem conheciam. Ela morava no Subterrâneo de Titãs, um formigueiro perto dali. Chegando lá, não encontraram a tal suspeita. A formiga tinha viajado em férias com a família. Seria ela a culpada? Por que uma viagem justamente naquele momento? De qualquer forma, não chegaram à conclusão alguma.

Procuraram também a Amarilda, a centopeia chatonilda; Lelé, o sapo com chulé; Janjão, o grilo garanhão; Zoínho, o curiango assanhadinho; Epaminondas Amado, o pato desafinado, e Sincero Ezequiel, o carrapato louco por pastel. Todos inocentes! Depois de 99 suspeitas fracassadas, o jabuti e os amigos desistiram e voltaram frustrados para casa.

Logo na entrada, já tiveram uma surpresinha!

– Oi, filhote – era a mãe do jabuti. – Aqui estão suas lentes de contato, meu amor. Eu as peguei emprestadas para dar uma voltinha. Elas me deixaram uma "gata"... #Amei!

– Ah, não é possível, jabuti!! – gritou a bicharada. Em seguida, saíram todos correndo atrás dele, indignadíssimos.

O jabuti, que não tinha culpa de nada, ainda transtornado com a situação, corria e gritava:

­– Ei, pessoal! Parem com isso! Me deixem explicar...

Mas os colegas não queriam conversa.

– Você nos fez andar quase o mundo inteiro por causa dessas benditas lentes de contato. Agora é você quem vai ficar de olhos roxos!

– Meu Deus! Socorro! Polícia, bombeiros, Ibama! O que isso? Violência, não! – implorava o bicho.

E dizem que até hoje o jabuti está fugindo. Outros garantem que não! Contam que, com o resto do dinheiro da herança, ele comprou uma passagem de avião, primeira classe, e sumiu pra Dubai, chiquérrimo, de lentes de contato, claro!

Pedro Antônio de Oliveira
(Autor do livro "Oreosvaldo, o Pássaro das Sombras" (Editora Lê)

Você sabe a diferença entre um jabuti, um cágado e uma tartaruga? Não!? 
Então clique aqui e fique por dentro!

06/06/2020

Asa aberta


Dizem que 
uma asa delta é que sabe viver.

O Pássaro das Sombras

Pés na areia


Gostaria de morar 
de frente pro mar.
E se a chuva caísse, 
o sol se abrisse, 
eu ficaria a olhar 
um pouco mais
pra fora de mim, 
esse lugar sem fim.

O Pássaro das Sombras

24/05/2020

Recadinhos respondidos #FiqueEmCasa



♥ Olá, seguilovers do Colégio Santa Dorotéia, de Belo Horizonte (MG)! ♥

Amei receber tantos comentários carinhosos no blog! Todos eles foram respondidos, OK? (Ham! Pelo menos, eu acho! - rsrsrs - Espero não ter me esquecido de algum!).

Além dos recadinhos no site, recebi diversas mensagens legais no e-mail. Foi maravilhoso!

Obrigado aos estudantes, às professoras, à coordenação pedagógica, à bibliotecária, à direção, a todos desse colégio lindo!

Ah! E preste atenção! Neste período de isolamento social, fique em casa, leia bastante, desenhe, pinte, veja bons filmes, ouça música, dance e escreva lindas histórias e belos poemas! Aproveite para revelar aquele talento incrível que às vezes você ainda não teve tempo de descobrir! Alimente-se bem, durma, beba água, higienize as mãos! Cuide-se! :)

Um abração bem forte do amigo...

Pássaro das Sombras

14/05/2020

Obrigado de novo, Santa Dorotéia! ♥

Oiê!

Estou muito feliz por receber aqui, no blog, uma montanha de comentários dos meus seguilovers do Colégio Santa Dorotéia, em Belo Horizonte! Fiquem tranquilos porque vou responder todo mundo com bastante atenção! Só esperem um pouquinho, pois são muitas, muitas mensagens! Estou amando! 💗

Acho que é a segunda vez que esse colégio lindo escolhe meu livro para a meninada ler e se divertir!

Muito obrigado pelo carinho!

Abraços apertados do poeta misterioso...

O Pássaro das Sombras