09/02/2013

Cordel


Dependurei nas cordas do tempo meus sorrisos e minhas esperas. 
Quando a luz se cansou da tarde, vieram as certezas, disfarçadas de estrelas. 
E o breu que me deixava com medo prometeu abrir caminho pelo céu e me ensinar a voar. 

Pássaro das Sombras

2 comentários:

  1. Oi! Meu nome é Dalila!

    Estou adorando seu blog.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado, Dalila!

    É um prazer tê-la aqui no blog.

    Volte sempre que puder.

    Abraços.

    Pássaro das Sombras

    ResponderExcluir

Olá. Aqui é o Pássaro das Sombras. Obrigado por estar aqui. Seu recadinho eu irei responder rapidinho.