09/02/2013

Vontade de voar


Virei de ponta-cabeça 
só para meus pés tocarem o céu.
Caminhei alguns metros, 
três passos apenas. 
Foi o que consegui. 
Mãos no chão. 
“Malandro de circo?” 
Perguntaram. 
Não, respondi. 
Artista-passarinho! 

Pássaro das Sombras

3 comentários:

  1. Pássaro das Sombras!!

    Essa poesia especialmente me tocou bastante, porque eu adoro o mar!

    Dalila

    ResponderExcluir
  2. Bravo, Pássaro das Sombras, bravo!!

    Abraços do Joaquim

    ResponderExcluir

Olá. Aqui é o Pássaro das Sombras. Obrigado por estar aqui. Seu recadinho eu irei responder rapidinho.